top of page

Terceirização da Educação (Financeira)


Escuto com frequência pessoas falarem, de forma equivocada, sobre a terceirização da educação familiar.


Terceirizar é transferir a outra pessoa suas responsabilidades. Concorda?


Então, terceirizar a educação familiar seria os pais transferirem aos avós, tias, madrinhas, escola, babás, amigos, vizinhos suas responsabilidades para com seus filhos. 😬


Mas os casais que contam com sua rede de apoio como avós, tias, madrinhas, escola, babás, amigos, vizinhos; também estão terceirizando a educação familiar de seus filhos?


NÃO! As pessoas confundem "transferir" responsabilidades com "contar" com sua rede de apoio.


Em uma rede de apoio um grupo de pessoas está disposto a ajudar, sempre que necessário, aos pais. Estas pessoas colaboram de forma ativa no desenvolvimento da criança, cada um em sua esfera, dentro de seu papel.


A confusão vem aí... Não se pode cobrar dos avós a lição de casa malfeita pelo neto. Não se pode cobrar da escola comportamentos grosseiros do seu filho. Não se pode cobrar da tia a falta de limites do sobrinho dela.


Se conto com minha rede de apoio para garantir o bem-estar de meu filho, não terceirizo meu papel materno ou paterno, pois todos nessa rede estão cumprindo com sua missão.



No entanto, quando transfiro minha função materna ou paterna para essa rede, de fato abro mão, cedo, abandono, deixo, desinteresso, dispenso, largo, renuncio à oportunidade de fazer parte de um processo significativo e fundamental para um ser em desenvolvimento. 😯


Deu para entender?


Agora, como tudo isso se relaciona com o mundo dos investimentos? 🤔


Segue mais uma responsabilidade familiar! 🙂

Ensinar e dar aos pequenos modelos de como lidar com o dinheiro de maneira equilibrada, racional e saudável.



Sabendo fazer o uso consciente do dinheiro, as famílias podem ter uma vida mais estável e feliz no futuro, sem renunciar ao conforto e tranquilidade do presente, ensinando aos pequenos o valor do dinheiro.


Não é de hoje que ouvimos a máxima: exemplo vem de casa!


Deste modo, aprender sobre educação financeira é fundamental para as crianças, melhor ainda tendo os pais como exemplo.


É esse conhecimento familiar que possibilitará que as crianças cresçam sendo adultos equilibrados financeiramente, que saibam administrar seus recursos e pensem no futuro, mesmo com os paparicos e mimos da vovó! 🤭



E lembrem-se dos 3 passos abaixo:

  • Estar presente é muuuuuuito melhor do que dar presente;

  • Vamos ser e não parecer;

  • Investir é para o amanhã, o agora se chama consumir.



Não saber lidar com frustrações na infância pode colaborar para um adulto imediatista e consumista.


Ame e seja responsável por suas atribuições maternais e paternais.

Assuma a educação familiar e financeira de seus filhos.


Assim, o saldo será sempre positivo. 😍





Curta ❤️ e deixe seu comentário! 😊

 

Leia também:


23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page