Quem paga o quê?

Certamente TODOS os casais já passaram por discussões intermináveis sobre o destino do dinheiro de cada um, dentro da família.


Alguns casais optam por conta conjunta, outros por dividirem cada gasto, e alguns casais tentam fazer um misto das duas opções anteriores.


Você já deve ter presenciado ou vivido inúmeras situações em que a as finanças do casal geraram brigas e desgastes no relacionamento. Mas, será que há uma saída que não seja o divórcio? 🤔🙃🤭


A vantagem da conta conjunta é que os recursos da família podem ter melhores opções de investimentos, já que o dinheiro se concentra em um único estabelecimento, dando a chance de tarifas reduzidas e cartões Black ilimitados... 🤩


Uma pausa aqui... Acho tão engraçado a pessoa pagar tarifa bancária só para ter um cartão para demostrar status... No final de tudo, o que interessa mesmo é se o indivíduo terá capacidade financeira de pagar a fatura.


Vejo que para esse perfil de cidadão, a satisfação de sacar da carteira aquele cartão bonitão, vale todo o sacrifício de pagar as taxas (ridículas) bancárias. Cá entre nós, prefiro o roxinho, o laranjinha ou o pretinho, desde que não tenham tarifas! Zero custo, zero ter que ir em agências (outra coisa que é puro regresso) e por fim, realizo as compras da MESMA maneira.


Voltando para o assunto de “quem paga o quê”... Não sei você, mas depois que tive Covid fiquei meio dispersa... 🤪


Quando o casal opta por separar as contas, o desafio é dividir as despesas. Aí as discussões são intermináveis. Já presenciei em supermercados casais separando as compras assim: o leite eu pago; mas eu não gosto dessa manteiga, então paga você... Meio desagradável, né?


Fico pensando... Um casal compartilha tantas intimidades, sentimentos, histórias, experiências, tem filhos e pets! Mas... quando o assunto é dinheiro, somos tão primitivos, mesquinhos e infantis...


Um misto das duas opções anteriores foi o que tentamos fazer em nossa casa. Passamos por todas as etapas já citadas, brigamos muito, desgastamos nosso relacionamento, perdemos muito tempo com argumentos egoístas. Centrávamos nossas energias em atitudes financeiras individualistas e de curto prazo.


Decidimos que os conflitos financeiros não poderiam tomar tamanha dimensão em nosso relacionamento. A nossa estratégia foi: distribuir as despesas proporcionalmente aos ganhos de cada um. Simples assim! Só que não... 😄


A disciplina financeira é de extrema importância para o sucesso do casal. Nosso modelo ficou assim:

  • Cada um possui e administra a sua conta bancária;

  • As despesas comuns da casa são distribuídas proporcionalmente para cada um. Quem ganha menos fica com as contas menores, e quem ganha mais fica com as contas maiores;

  • As despesas flutuantes ou pontuais, como: passeios, viagens, restaurantes, etc., entram nas “despesas do casal”;

  • Há uma “conta do casal”, em que cada um coloca 10% de seus ganhos para despesas em conjunto, como as citadas acima, e mais: troca de carro, troca de eletrodomésticos ou móveis, etc.;

  • Despesas pessoais, cada um arca com a sua.


Claro que os conflitos ainda surgem, mas com muito menos frequência e intensidade. Por vezes, o que ganha mais sente-se pressionado pelas despesas maiores e o que ganha menos não se sente parte das grandes conquistas financeiras. Mas, independente de quem paga o quê, o diálogo para decisões importantes sempre deve prevalecer.


Porém, uma coisa é inquestionável: o amor. 💕


Quando se ama, a positividade, a generosidade, o bom senso e a resiliência são energias que movem aquele sentimento de querer que a coisa dê certo. E vai dar certo!

Encontre a estratégia de melhor ganho emocional e financeiro para você e sua família.



Você não precisa de um MBA de controladoria e finanças para lidar bem com os recursos familiares.


Sempre questione:

Preciso ou quero? Dá para adiar? Dá para negociar? Precisa ser dessa marca? Precisa ser agora?


Você é fiel a marca (status) ou a qualidade? Na dúvida, não compre e sempre reflita sobre o custo x benefício de seu consumo ou de sua família.


Tenho certeza que a paz financeira refletirá diretamente e positivamente em sua vida conjugal.


A dica de milhões é: equilíbrio e controle emocional. 🤑⚖️




Curta ❤️ e deixe seu comentário! 😊

 




150 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo